quinta-feira, junho 10, 2010

falso alarme...

esqueçamos a história do dar a pata. foram três vezes sem exemplo, e já não está cá quem falou. de resto, bem educadinha, esfomeada e simpática como sempre. a bobina, claro está.

5 comentários:

lisabel disse...

Oh pá... julgava que ainda ia apanhar o espectáculo em exibição... :-/

mary-john disse...

pode ser que apanhes na digressão da próxima pata. na média, são dois anos de espera, dependendo da criatividade da cadela... :)

lisabel disse...

Ahaha, digressão da próxima pata é lindo :-D Temos de respeitar o ritmo da artista, está visto.

Nuno Felício disse...

Mas isso de pôr o bicho a dar a pata é tão simples como perder duas horas numa tarde e ter uma caixa de bolachas à mão. Resulta.

mary-john disse...

a artista tem outras especialidades, caso da caça ao chocolate!:)

sô felício, olhe que neste caso não. a rapariga não gosta de dar a pata, tem o seu feitio, ou deve ter um trauma. senta, deita, fica quieta e dá beijinhos, tudo ao meu sinal. aprendeu tudo. a pata nunca quis dar... e nós gostamos dela na mesma :)