quarta-feira, janeiro 19, 2011

sol de inverno...

aos dezoito dias do mês um de dois mil e onze, regista-se que a bobina foi ao banho num dia de sol. seriam umas desertas três da tarde, em carcavelos. o calor das correrias terá apertado, e numa rápida escapadela até à areia, a bobina perseguiu uma mão-cheia de pássaros - o momento foi registado pelo maquinão fotográfico de um anónimo que por ali passava - a alta velocidade e terminou a prova dentro de uma generosa poça de água do mar que se formou junto às rochas. depois de umas refrescantes braçadas, siga para a areia, que um banho de mar sem rebolar na areia nem sabe a banho de mar.

é claro que deu espetáculo aos poucos que por ali passavam àquela hora. um pescador assistiu, sentado nas rochas. decidiu dar um prémio à bobina: dois peixinhos acabados de pescar, assim como vieram ao mundo. qual grelha, qual sal, quais pimentos... assim mesmo ao natural, como não o deixa mentir o hálito da bobina nas próximas semanas.

um casal de velhotes também assistiu à performance da bobina, mas da bancada. estavam a almoçar. passaram no supermercado antes, e foram até à praia munidos de uma merenda recheada. para a bobina dispensaram três fatias de queijo flamengo.

em casa, pacientemente à espera, com um sorriso maléfico... a banheira e o secador!

2 comentários:

lisabel disse...

Tive um dejá bu ao ler este post! Estou a fazer confusão ou a Bobina já tinha sido recompensada com iguarias semelhantes, numa praia algures, noutro ano? :D

mary-john disse...

Ahahaha é possível, mas as idas à praia são tantas que a memória não guarda tudo. Daí o blog :)
E este dia de praia valeu-lhe uma pulga, o horror outra vez naquela pele de seda, tudo a escamar... apanhei-a ontem a passear-se pelas patinhas! pobre bobina...

Aguarda pelo próximo post que, esse, não será deja bu de certeza!