terça-feira, janeiro 19, 2010

nice people...

a bobina gosta de dar a sua voltinha no parque infantil, do jardim onde passeia ao final do dia aqui perto de casa. geralmente, os miúdos acham-lhe graça e vice-versa e tudo decorre de forma pacífica. hoje, as coisas correram de forma... abrupta! ou bruta, mesmo.
a afável mãe do miúdo que resistia no parque às sete da tarde, fechou a portinhola do parque na cara da bobina, não fosse a cadela tirar um pedaço de assalto à criança. reacção da bobina: ladrar à mãe-galinha. e como ainda há pessoas civilizadas, depois de eu ter pedido as devidas desculpas à senhora pelo eventual susto que a bobina poderá ter pregado ao rapazote, eis que se passa o seguinte diálogo:
- "se ela entra outra vez, dou-lhe uma patada".
- "uma patada? também não é preciso partir para a violência, minha senhora"
- "violência? é só uma patada!"
- "vamos embora, bobina, que aqui tratam mal os cãezinhos..."
para compensar, passámos na loja de animais, onde a bobina é extremamente popular, para comprar ração, e onde lhe deram um ossinho de brinde. cada um tem aquilo que merece.

3 comentários:

lisabel disse...

Ah! Que ordinária! Uma patada era no focinho dela... olha que esta... :/

Viemos agora do Queijo, onde falámos de ti e da Bobina e dos Avett Brothers : )

Beijinhos,

Lia

mary-john disse...

ahahaha
ai foi? :) temos de ouvir isso!
este pessoal não entende que com estas cenas só passa medos parvos às crianças, mas tudo bem. cada um que eduque os seus filhos...

Fallen, The Countess disse...

Já me aconteceu algo semelhante, mas eu não me fiquei e quando abriram a boquinha para dizer que faziam isto e aquilo ao meu canito quase os engoli vivos... Conclusão, hoje em dia até atravessam a rua para o outro lado quando passo... Ninguém tenta passar a mão no pêlo do meu animal e se fica a rir...!